Linhas espectrais

Print
 Entender o comportamento dos átomos seria uma tarefa muito mais fácil se pudéssemos examinar sua estrutura interna. Como até hoje isso não é  possível, resta- nos realizar experimentos que permitam verificar seu comportamento externamente.

Baseando-se nas teorias em Planck e Niels Bohr sabemos que os elétrons ao serem excitados mudam de camadas ou níveis de energia e ao retornarem emitem fótons. O registro desses fótons cria o que chamamos de "linhas espectrais", que é específica em cada átomo.

São essas linhas que nos mostram que há ácido sulfúrico na atmosfera do planeta Vênus sem precisarmos ir até lá para verificar.
Antes de 1900, as linhas espectrais do átomo de hidrogênio já eram conhecidas experimentalmente, mas não se sabia como eram produzidas. Apenas sabia-se que essas linhas se agrupavam de certa forma organizada, mas incompreensível. Só em 1913, Niels Bohr foi capaz de explicar detalhes das linhas espectrais do átomo de hidrogênio, baseando-se na sua teoria atômica.



 

 

Links interessantes sobre o assunto:

Espectroscopia UFRGS

Distribuição de Energia e Linhas Espectrais

O que são linhas espectrais ? IF - USP